@2020 DRBARBOSA.ORG

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Ativo 6c
Buscar

Falta de informação e preconceito dificultam prevenção ao HIV

Matéria em colaboração com a Assessoria de Imprensa do HC Unesp, publicada em 01/12/2015 Link original: clique aqui. Falta de informação, falha nas políticas públicas e preconceito. Esses são alguns pontos que permeiam a acquired immunodeficiency syndrome, ou simplesmente Aids. Conhecida como Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, a doença foi diagnosticada pela primeira vez no Brasil em 1982, segundo o Ministério da Saúde. Hoje, são contabilizados mais de 700 mil casos da doença. Em 1996, Sistema Único de Saúde (SUS), começou a fornecer tratamento gratuito para pessoas que vivem com Aids, um pioneirismo entre os primeiros países de baixa e média renda. Segundo o professor e médico infectol

HIV/Aids ainda Mata e Avança nos Mais Jovens

Entrevista para o jornal Diário da Serra em 01/12/2015 Leia na integra, e faça o download aqui. Hoje, 1º de dezembro, é o dia Mundial de Luta con­tra a Aids. A data foi insti­tuída em outubro de 1987, na Assembleia Mundial da Saúde, com apoio da Orga­nização das Nações Unidas – ONU. A ideia é reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compre­ensão com as pessoas in­fectadas pelo HIV/Aids. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde. Segundo o médico in­fectologista, Alexandre Naime Barbosa, a cada duas horas, três pessoas morrem em decorrência da infecção pelo HIV no Bra­sil, totalizando mais de 12 mil óbitos por a

Microcefalia e Zika: os primeiros achados de uma terrível descoberta

Entevista ao jornal Diário da Serra publicado em 02/12/0215 Download do pfd da matéria: clique aqui O Ministério da Saúde confirmou na última segunda-feira (30) que o número de casos de microcefalia, uma mal-formação congênita cerebral, aumentou para 1.248 no país e já atinge 13 Estados. Os dados fazem parte do novo boletim epidemiológico, que apresenta dados até a última sexta-feira, 28 de novembro. De acordo com o boletim, Pernambuco continua a frente no número de casos de microcefalia, com 646. O Estado declarou no último domingo dois decretos de emergência – um para Pernambuco e outro para Recife – para aumentar o combate ao Aedes aegypti. Em seguida, em número de casos de microcefali

Arquivos
Em destaque
10-12-18-3503.png
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now