© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone

February 26, 2015

Leia na íntegra aqui.

 

No último dia 12 de fevereiro tomou posse a nova diretoria da Sociedade Paulista de Infectologia (SPI), entidade responsável pela realização de eventos científicos na área e maior federada da Sociedade Brasileira de Infectologia em número de integrantes. A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) está representada, nessa nova gestão, pelo professor Alexandre Naime Barbosa, médico infectologista do Departamento de Doenças Tropicais. Em seu primeiro mandato, o especialista ocupa o cargo de segundo secretário, e tem como um das principais missões representar os especialistas da região Centro-Oeste Paulista.


Demonstrando sua importância na área da infectologia, a FMB sediará, no mês de junho, o Encontro de Infectologia do Interior Paulista, mais conhecido como Caipirão 2015. “O Caipirão 2015 é um dos eventos mais tradicionais da Infectologia do Estado de São Paulo. Coordenando esforços da Disciplina de Moléstias Infecciosas e Parasitárias (MIP) da FMB, em conjun...

February 20, 2015

O mais recente ataque de abelhas ocorrido em Botucatu foi registrado dia 9 de fevereiro, e um senhor de 80 anos acabou morrendo dois dias após ser picado por aproximadamente 300 abelhas em uma propriedade rural do município.

 

Leia em: http://fmb.unesp.br/#!/noticia/952/10-mil-acidentes-com-abelhas-causam-40-mortes-ano-no-brasil/

 

Na opinião do médico infectologista e professor da FMB/Unesp Alexandre Naime Barbosa, coordenador clínico do Projeto APIS - por meio do qual é desenvolvido o soro antiveneno de abelhas -  ao contrário do que acontece em países desenvolvidos, os órgãos regulatórios da pesquisa no Brasil são extremamente burocráticos e pouco eficientes, no que se refere à velocidade de análise e julgamento dos pedidos. “A primeira consequência mais imediata é que essa morosidade excessiva faz com que ensaios clínicos internacionais tenham extrema dificuldade de entrarem no Brasil, porque os países competem entre si para incluir pacientes”, observa.

 

“O segundo efeito, e mais nefast...

February 13, 2015

Clique aqui para ler a matéria.

 

Ainda que quase a totalidade (93%) dos moradores do Sudeste saiba que a camisinha é a melhor forma de evitar doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), 46% deles afirmaram não terem usado o preservativo em relações sexuais nos últimos 12 meses. Os dados estão na Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP), realizada em 2013 com 12 mil pessoas de 15 a 64 anos.

February 10, 2015

Entrevista à Rádio CBN em fevereiro de 2015

 

Ouça em: Youtube ou Rádio CNB

 

Infectologista da Faculdade de Medicina da Unesp-Botucatu, Alexandre Naime Barbosa, comenta pesquisa que revela que quase metade da população da Região Sudeste não fez uso de preservativo em todas as suas relações sexuais de 2013


Leia mais: http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/ciencia-saude/2015/02/09/FALTA-DE-PERCEPCAO-DO-RISCO-LEVA-JOVEM-A-NAO-USAR-PRESERVATIVO.htm

 

Nos últimos dia viralizou em portais e redes sociais uma matéria (link) abordando um tema polêmico, mas que não é novo: a exposição intencional ao HIV, ou como é popularmente conhecido, a prática bareback ou barebacking.

 

A questão não é nova nem somente local, já foi tema de documentário americano (The Gift, 2003), e retrata uma realidade em que jovens se expõe de forma intencional à situações de risco à aquisição ao HIV, por motivos diversos.

 

Ainda que tenhamos julgamentos morais, éticos e pessoais sobre diversos assuntos, é importante nesse momento tomar cuidado para não estigmatizar certos grupos que já sofreram no passado da história da epidemia do HIV com muito preconceito e generalização. Mais do que se escandalizar, devemos tentar entender os motivos, e colaborar apontando formas alternativas de prevenção ao HIV.

 

O pesquisador Luís Augusto Vasconcelos da Silva estuda cientificamente o tema, e é autor de dois estudos que são recomendados para conhecer a questão:

 

1. Barebacking...

Assista em: http://youtu.be/ctg91VbvksI

 

Compreender as mutações do vírus Ebola é o principal desafio dos pesquisadores, explica infectologista da Unesp. 

 

 

Please reload

Posts Mais Lidos
Please reload

Arquivos
Please reload

Tags