© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone

 

O I ENCONTRO NACIONAL ENTRE OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DOENÇAS TROPICAIS/MEDICINA TROPICAL - I ENPG-DT tem por objetivo reunir discentes, docentes e profissionais da área para discutir temas de atualização científica e políticas públicas que regem o Sistema Nacional de Pós-Graduação, além de debater assuntos relacionados às pesquisas e inovação da área em Medicina Tropical.

 

Trata-se de um evento organizado por um conjunto de pós-graduandos de diversos programas através de parcerias firmadas entre as universidades: FMB-UNESP, FMUSP (Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias), Universidade Federal do Mato Grosso do Sul-UFMS e FIOCRUZ/RJ.

 

Inscrições e Informações: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/

Confira a programação:

 

Dia 01/09/15 (Terça-feira)

MANHÃ:

Entrega do material - 7:00 - 8:00 hs

 

Cerimônia de Abertura – 8:00 - 9:00 hs

 

Palestra 1 – 9:00 - 10:00 hs. – Inflamassomas (Dra. Alessandra Pontillo)

Intervalo – 10:00 - 10:30 hs.

Palestra 2 – 10:30 - 11:...

Chikungunya, Dengue, Febre Amarela, Zika... Como diferenciar essa infecções? Em todo o Brasil, doenças transmitidas por mosquitos afetam milhares de pessoas, e desafiam os profissionais de saúde no correto diagnóstico e tratamento.

 

Veja a apresentação no Slideshare aqui.

 

No mês de agosto a Disciplina de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP está oferecendo à um grupo de estudantes de medicina da Rússia o Curso Internacional em Doenças Tropicais (Winter School on Tropical Diseases), e um dos temas abordados será os "Chikungunya, Dengue, Yellow Fever and Zika", discussão liderada pelo Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa. 

 

Evento: "Chikungunya, Dengue, Yellow Fever and Zika (Palestra em Inglês) - Winter School on Tropical Diseases

 

Dia e Horário: 19/Agosto/2015 - 09:00

 

Local: Departamento de Doenças Tropicais - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

 

Público Alvo (Ouvintes): estudantes e profissionais de saúde com interesse no tema

 

A camisinha ainda é a melhor opção na luta contra o HIV? Há cerca de duas semanas o Ministério da Saúde atualizou as diretrizes sobre a profilaxia pós-exposição ao HIV (PEP-HIV), estratégia que fornece drogas antirretrovirais às pessoas que possivelmente entraram em contato com o HIV, com a intenção de facilitar a prescrição e aumentar o número de pessoas elegíveis, visto o crecente da epidemia do HIV/Aids no Brasil, principalmente entre os mais jovens.

 

Dessa forma, a Disciplina de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina UNESP realizará um encontro para debater o tema, dentro do programa de Preceptoria da Residência Médica em Infectologia, coordenado pelo Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa.

 

 

 

 

 

 

Tema:  Profilaxia Pós-Exposição ao HIV - Atualização 2015 (Apresentação já disponível no Slideshare, clique aqui)

 

Data: 14 de Agosto, às 14:00

 

Local: Departamento de Doenças Tropicais da FMB-UNESP

 

Público Alvo: Estudantes e Profissionais da Saúde em Geral com interesse...

Treinamento para Enfermeiros Secretaria Municipal de Saúde

 

Agosto de 2015 - Botucatu - SP - Brasil

 

Acesse em: 

http://pt.slideshare.net/spitalex/hepatite-c-epidemiologia-triagem-e-manejo-2015

 

Quais são os acidentes com animais mais comuns e de interesse médico no Brasil? A onça-pintada ou o tubarão? Ou seriam as serpentes peçonhentas? E os jacarés? E as abelhas?

 

No mês de agosto a Disciplina de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP está oferecendo à um grupo de estudantes de medicina da Rússia o Curso Internacional em Doenças Tropicais, e um dos temas abordados será os "Animais Brasileiros de Interesse Médico", discussão liderada pelo Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa.

 

 

 

 

 

 

 

 

Evento: Brazilian Animals of Medical Interest (Palestra em Inglês) - International Course in Tropical Diseases

 

Dia e Horário: 11/Agosto/2015 - 10:00

 

Local: Departamento de Doenças Tropicais - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

 

Público Alvo (Ouvintes): estudantes e profissionais de saúde com interesse no tema

 

Importante: Não será fornecido certificado de participação.

Matéria em Colaboração com o Portal R7 publicada em 26/07/2015

Organismos como a KPC já contaminaram pacientes em diversos países, inclusive no Brasil

 

Oportunistas, traiçoeiras, letais: como combater inimigas com estas propriedades? Essa é a pergunta que o mundo todo se faz diante da ameaça cada vez mais constante das epidemias de superbactérias, organismos causadores de doenças e resistentes até aos mais modernos antibióticos disponíveis no mercado.

 

Desde 1996, quando foi identificada pela primeira vez a KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase), diversos países já sofreram surtos de graves infecções causadas pela bactéria, uma mutação genética que aprendeu a se defender da ação dos medicamentos criados para exterminá-la.

 

O Brasil, por exemplo, registrou casos de pacientes infectados pela KPC em 2014, e, no começo deste ano, uma epidemia explodiu nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e Distrito Federal, onde, ao todo, 35 pessoas apresentaram micro-organismos de...

Please reload

Posts Mais Lidos
Please reload

Arquivos
Please reload

Tags