© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone

Entrevista ao Portal Da Cidade em 24/Jan/2017

Acesse no link direto aqui, ou leia abaixo 

População do estado de São Paulo está suscetível ao vírus. Aedes Aegypti está presente em grandes quantidades na região, aumentando o risco de transmissão.

Por Maysa Santos

A primeira epidemia de Zika reconhecida no Brasil aconteceu no verão de 2015, principalmente no Nordeste do país. Na época pouco se sabia sobre a doença, afinal, os sintomas básicos se confundem com a Dengue e Chikungunya: febre, dor de cabeça, dor e vermelhidão no corpo. Cada patologia possui sua particularidade, porém os primeiros diagnósticos podem gerar confusão entre ambas. Nos casos em que o paciente não corre risco de vida, o médico não tem acesso aos resultados laboratoriais, o que dificulta a certeza na hora de diagnosticar.

Durante a epidemia foram notificados 1,5 milhão de casos de Dengue. No entanto, não se sabe qual desses eram Zika e Chikungunya. Os estudos foram intensificados quando começaram a surgir os primeiros...

Entrevista à Rádio CBN Nacional em 13/Jan/2017

Assista aqui 

Aula para a Preceptoria Residência Infectologia UNESP - Faculdade de Medicina Jan/2017

Clique aqui para acessar.

Documentário sobre a Expedição Médica ao Piauí em novembro de 2016.

Assista aqui: https://youtu.be/uR7zw2U-P_Y

Entrevista ao Portal Acontece Botucatu em 27/Dez/2016, leia a matéria original aqui, ou abaixo.

Dois acidentes graves com animais peçonhentos foram registrados nos últimos dias em Botucatu. Um na zona rural e outro dentro da cidade. Na noite desta segunda-feira, 26, por volta das 22h30m, uma jovem de 20 anos caminhava no gramado de uma casa rural, nas proximidades do pedágio de Botucatu, às margens da rodovia Marechal Rondon, quando sentiu um ardor no pé direito e percebeu uma cobra, fugindo e se escondendo em um buraco perto da casa.

O namorado da vítima conseguiu capturar a serpente. Tratava-se de uma jararaca, considerada uma das mais venenosas cobras do Brasil. “Como o namorado da paciente fotografou o animal, facilitou o atendimento, já que pudemos identificar a espécie e aplicar o soro correto”, disse o médico Alexandre Naime Barbosa, infectologista que realizou o atendimento no Hospital das Clínicas de Botucatu.

“Ela chegou para ser atendida 40 minutos depois da picada, se queixand...

Please reload

Posts Mais Lidos
Please reload

Arquivos
Please reload

Tags