© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone

Lecture in Winter School on Tropical Diseases Botucatu School of Medicine - UNESP 2019 - Botucatu - SP - Brazil

Click here to acess 

Entrevista para o Yahoo Notícias em 16 de janeiro de 2019.

Acesse em https://br.noticias.yahoo.com/o-que-fazer-para-evitar-sofrer-com-picadas-de-insetos-201900617.html ou leia abaixo.

Prepare-se! Com o início do calor, o número de insetos aumenta significativamente. E o zumbido chato no ouvido é apenas um dos problemas (talvez o menor deles). Além de provocar coceiras intensas, uma simples picada é capaz de transmitir doenças que podem levar até a morte. (E isso não é exagero).

Segundo o Ministério da Saúde, de 1º de julho de 2017 a 30 de junho de 2018, foram confirmados 1.376 casos de febre amarela silvestre no país e 483 óbitos. Mas, como aponta o infectologista Jessé Reis Alves, esse não é o único vírus que pode ser transmitido a partir da picada de um mosquito. “Entre os mais comuns no Brasil, estão também a Dengue, a Zika e a hikungunya.”

Sem contar no risco da transmissão de parasitas, tais como a malária e leishmaniose. “Há cerca de 120 a 150 mil casos de malária no país por ano. É...

Palestra no Pint of Science - Brasil

Villa Blues Jukejoint em 15Mai/2017- Botucatu - SP - Brasil 

Acesse clicando aqui

Dengue, Zika, Chincungunya, Febre Amarela... O Brasil vem perdendo de 7x0 dessas infecções virais transmitidas por mosquitos como o Aedes, causando o adoecimento de milhões de pessoas e milhares de mortes todos os anos no país. Há mais de um século a ciência, o governo e a sociedade lutam contra essa situação, e o quadro geral só piora. Para debater aspectos médicos, ecológicos e sociais relacionados à essas epidemias convidamos à todos para um debate na melhor casa de blues do interior paulista.

February 20, 2017

Entrevista ao Jornal da Cidade de Bauru em 18/Jan/2016

Link para a matéria original aqui

A Diretoria de Saúde de Lençóis Paulista (43 quilômetros de Bauru) anunciou nesta semana uma série de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Entre as novidades, está o aplicativo para celular “O Fim da Picada”, que permite que moradores ajudem o poder público denunciando possíveis criadouros espalhados pela cidade.

O aplicativo, que também reúne informações corretas sobre as doenças, está disponível para sistemas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente tanto na Apple Store quanto na Google Store. Segundo o diretor de Saúde Marcelo Ranzani, trata-se de uma importante ferramente na luta contra a proliferação do mosquito.

“Lençóis teve uma redução importante nos casos de dengue entre 2015 e 2016 e, no ano de 2017, a gente tem algumas notificações, mas ainda não tem nenhum caso confirmado de dengue”, diz. “Mas como estamos e...

Entrevista ao Portal HC UNESP em 05/Jul/2016

Link direto para a matéria aqui 

A epidemia de Zika vírus assusta a população do país e do mundo. Diante dessa preocupação, muitos boatos e informações falsas circulam na internet e em áudios e vídeos do Whatsapp, gerando pânico.

O médico Alexandre Naime Barbosa, membro titular da Sociedade Brasileira de Infectologia, fala sobre o que os especialistas já sabem sobre a doença e quais precauções a população deve ter ao receber informações sobre o problema.

HCFMB: O que se sabe até agora sobre a transmissão do vírus?

Alexandre Naime Barbosa: A única forma de transmissão que atualmente tem importância epidemiológica, ou seja, que pode se alastrar, é causada pelo mosquito Aedes sp. Outros possíveis mosquitos transmissores, como o Culex sp (pernilongo comum) ainda estão sob verificação em estudos. As transmissões sexuais, por transfusão sanguínea e perinatal (de mãe-filho) já foram comprovadas, mas não se sabe qual o impacto desses modos de transmissão...

Please reload

Posts Mais Lidos
Please reload

Arquivos
Please reload

Tags