© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone

Entrevista à TV Globo sobre como se prevenir da Influenza (Gripe) exibida em 07/Abril/2016

Assista em https://youtu.be/w6vC7zosQ2E

Entrevista para o UOL Viva Bem em 29 de janeiro de 2019. 

Acesse em https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2019/01/29/pneumonia-tem-como-sintomas-febre-tosse-e-dificuldade-para-respirar.htm ou leia abaixo.

Pneumonia é o termo que se refere a toda inflamação aguda nos pulmões. Na maioria das vezes essa doença é causada por infecções provocadas por vírus ou bactérias. Mas fungos, outros organismos e substâncias também podem ser os responsáveis por essa condição, que pode levar à morte se não tratada a tempo, especialmente pacientes mais vulneráveis, como crianças pequenas e idosos. As principais estruturas envolvidas na pneumonia são os alvéolos, pequenos sacos de ar onde acontecem as trocas gasosas - eles se inflamam e podem ficar cheios de pus, causando febre, tosse e dificuldade para respirar. Os brônquios (que ligam os alvéolos à traqueia) também podem ser afetados.

Incidência
A pneumonia é a doença que mais mata crianças com até cinco anos no mundo. Está entre as doenças que mais...

Entrevista para a TV Globo (TV TEM Bauru - Botucatu - Marília) em Junho de 2018, sobre as mortes por Influenza (Gripe) no estado de São Paulo. 

Link para acesso -> clique aqui

Discussão Científica -Liga de Infectologia de Botucatu 

Mai/2018 - Botucatu - SP - Brasil

Clique aqui para acessar

Entrevista à Revista Super Saudável - Ago 2016

Leia a matéria completa aqui.

O perigo está nos vírus


As doenças respiratórias mais frequentes no Brasil são a gripe e o resfriado, muito comuns de maio a outubro, quando está mais frio e as pessoas ficam mais confinadas em ambientes fechados, sem ventilação e com aglomerados populacionais.

Assim como a gripe, a pneumonia viral pode ser moderada ou de intensidade grave, levando à febre alta, dores fortes pelo corpo e, muitas vezes, à falta de ar e insuficiência respiratória aguda. Esses sintomas podem ocasionar a morte, principalmente em alguns grupos de risco, como menores de 2 anos e maiores de 60 anos de idade, grávidas, puérperas e indivíduos portadores de doenças crônicas.


Os casos podem aumentar por maior susceptibilidade da população, pela mutação dos vírus – especialmente o Influenza – e pela falta de vacinação nos anos anteriores. O Influenza H1N1, por exemplo, é intrinsecamente mais patogênico e causa quadros clínicos mais graves qu...

Palestra no X Curso de Atualização em Emergências Clínicas

FMB UNESP 03/Ago/2016 - Botucatu - SP - Brasil

Acesse aqui.

Palestra para a CIPA Saúde UNESP em 25/04/2016 no Anfiteatro da Patologia da Faculdade de Medicina da UNESP.

 

Acesse o conteúdo aqui.

Palestra para a Liga de Infectologia de Botucatu, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da Unesp em 25/Abr/2016.

 

Acesse o conteúdo aqui. 

 

Please reload

Posts Mais Lidos
Please reload

Arquivos
Please reload

Tags