• Dr. Alexandre Barbosa

Sintomas prolongados na COVID leve: a face subaguda da doença

Atualizado: 28 de Set de 2020


A BandNews entrevistou hoje o Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa, Chefe da Infectologia da UNESP sobre o trabalho publicado pelo CDC em que cerca de 90% dos pacientes que tiveram COVID leve, mesmo jovens sem comorbidades, podem manter sintomas entre 3 semanas a 3 meses.


Assista no YouTube em https://youtu.be/vK8Znip2JIs


Alguns desses sintomas podem se tornar permanentes, causando sequelas crônicas, mostrando que a COVID-19 nem sempre é uma doença aguda.

4 visualizações0 comentário