© 2015 por Spitalex. Criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Slideshare.jpeg
  • LinkedIn App Ícone
Please reload

Posts Mais Acessados

Serviço de Infectologia UNESP - FMB/HC Botucatu

November 27, 2019

 

Aviso: Página não oficial do Serviço de Infectologia UNESP - FMB/HC Botucatu, as informações aqui contidas são de responsabilidade do autor, e têm como objetivo fornecer uma visão mais completa e atualizada desse serviço.

 

Apresentação Geral

 

O Serviço de Infectologia UNESP - Faculdade de Medicina e do HC UNESP (Botucatu/SP) foi iniciado em 1968, e tem por objetivo prestar assistência médica na área de Infectologia nos serviços do Complexo Médico-Hospitalar da UNESP - FMB. Em 2018 a Infectologia UNESP completou 50 anos, clique aqui para conferir a comemoração.


Com atuação em diversas subáreas da especialidade, os profissionais envolvidos (médicos docentes ou médicos contratados) tem também possibilidade de interagirem com o ensino, pesquisa e extensão..

 

Para maiores informações e contato com o Serviço de Infectologia UNESP - FMB/HC Botucatu, use:

 

Fone: (14) 3811-6212 ou E-Mail: doencastropicaisfmb@gmail.com

 

 

 

 

A. Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

 

Referência brasileira e internacional em ensino, pesquisa e extensão, a FMB UNESP oferece cursos de graduação em Medicina e Enfermagem, 39 programas de residência médica, 52 de aprimoramento profissional e 12 Programas de Pós-graduação. Na graduação, o curso de Medicina oferece 90 vagas e, o de Enfermagem, 30. Juntos, reúnem 299 docentes e 255 servidores.

 

Implantada em 1963 como Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB) e incorporada à UNESP em 1976, seus cursos possuem uma sólida  base científica, postura ética e uma forte visão humanística e de comprometimento com a cidadania. Seu objetivo é formar profissionais com senso crítico, conscientes de seu papel na sociedade.

 

Os Programas de Pós-Graduação lato sensu compreendem as áreas de Residência Médica, Especialização, Aprimoramento Profissional e Residência Multiprofissional. A Residência Médica conta com 419 residentes e a Residência Multiprofissional conta com 18 residentes. O Programa de Aprimoramento Profissional, destinado à formação de profissionais não-médicos, possui 80 aprimorandos. A FMB UNESP ainda oferece na modalidade Pós-graduação stricto sensu 12 programas de Pós-Graduação nas modalidades Acadêmico ou Profissional.

 

Os Residentes da Infectologia estão ligados ao Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem (DDTDI) da FMB UNESP. Além do programa em Infectologia, esse departamento também reúne as residências médicas em Radiologia e Medicina Nuclear.

 

 

 

B. Hospital das Clínicas (HC UNESP)

 

Hospital universitário que iniciou suas atividades em 1967, é uma autarquia da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo (SES-SP), mantendo vínculos nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão com a FMB UNESP.

 

Conta com cerca de 500 leitos de internação, em enfermarias e unidades específicas. Tem amplo corpo clínico diversificado nas mais diferentes especialidades. No HC UNESP, o residente em Infectologia terá atuação nos seguintes palcos de ensino e treinamento:

 

B1. Enfermaria de Infectologia: unidade de internação que conta com 16 leitos, sendo 05 quartos de isolamento, e desses, 02 com pressão negativa.

 

B2. Pronto-Socorro e CIDMAC: unidade de atendimento de urgência e emergência e de Pronto-Atendimento/Triagem, que conta com estrutura física e corpo clínico especializados no suporte avançado de vida.

 

B3. Bloco de Ambulatórios: unidade de atendimento ambulatorial multidisciplinar.

 

B4. Comissão de Controle de Infecção Relacionada à Saúde (CCIRAS): responsável pela vigilância e manejo das infecções hospitalares, e do controle de antimicrobianos.

 

B5. Serviço de Controle e Prevenção de Infecções em Pacientes Imunossuprimidos (SI): responsável pelo manejo dos pacientes imunossuprimidos em risco de infecções.

 

B6. Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NVE): responsável pela vigilância epidemiológica

 

B7. Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE): responsável pela vigilância epidemiológica e manejo da imunização avançada.

 

 

C. Serviço de Ambulatórios Especializados de Infectologia “Domingos Alves Meira” (SAEI-DAM)

 

Criado com o objetivo de prestar assistência de excelência à pessoas vivendo com HIV/Aids, Hepatite B, Hepatite C e HTLV, o SAEI-DAM iniciou suas atividade em 2004, com o espírito de atendimento humanizado, multiprofissional e multidisciplinar. É unidade administrada pela FAMESP, com vínculos de assistência, ensino e pesquisa com a FMB UNESP e o HC UNESP.

 

 

 

D. Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (CEVAP)

 

O CEVAP é um Centro Interunidade de Unidade Complementar da UNESP, prevista no estudo da Universidade, criado pelo Conselho Universitário em 27 de maio de 1993. Atua como instituição de desenvolvimento e integração dentro da estrutura multi campi, realizando a articulação entre o Ensino, a Pesquisa, a Capacitação de Recursos Humanos e a Extensão Universitária sobre sua temática de atuação. 

 

Visando a formação e capacitação de profissionais o CEVAP oferece estágio para alunos de graduação e residência profissional nos diferentes departamentos envolvidos com o centro, cursos presenciais ou a distância de Extensão universitária. Aprimoramento, Especialização e Pós-Graduação, curso sobre "Acidentes com animais peçonhentos" para os alunos de graduação dos cursos de medicina, Enfermagem e Medicina Veterinária e Programa de Aprimoramento Profissional em Animais Peçonhentos em parceria com o DDTDI FMB UNESP.

 

 

 

 

 

Atividades do Serviço de Infectologia UNESP - FMB/HC Botucatu

 

A. Ambulatórios de Infectologia:

 

A1. Acidentes por Animais Peçonhentos (SAEI-DAM): 01 ambulatório bimensal.

 

A2. Chagas (HC UNESP): 01 ambulatório semanal com cerca de 300 pacientes em seguimento. 

 

A3. Geral (HC UNESP): 01 ambulatório semanal que atende pacientes com tuberculose, sífilis e outras patologias da área.

 

A4. Hepatite B (SAEI-DAM): 01 ambulatório semanal com cerca de 250 pacientes em seguimento.

 

A5. Hepatite C (SAI-DAM): 01 ambulatório semanal com cerca de 400 pacientes em seguimento.

 

A6. HIV/Aids (SAEI-DAM): 05 ambulatórios semanais com cerca de 1.100 pacientes em seguimento.

 

A7. HTLV (SAEI-DAM): 01 ambulatório mensal com cerca de 20 pacientes em seguimento.

 

A8. Micologia Clínica (HC UNESP): 01 ambulatório semanal, que atende pacientes com Paracoccidioidomicose, Criptococose, Histoplasmose, Aspergilose entre outras.

 

A9. Nutrição em HIV/Aids (SAEI-DAM): 01 ambulatório semanal.

 

A10. Nutrição em Infectologia Geral (HC UNESP): 01 ambulatório semanal.

 

A11. Risco Biológico (SAEI-DAM): 01 ambulatório semanal que atende pessoas que sofreram situações de risco de exposição a doenças transmissíveis.

 

A12. Micobacterioses Não-Tuberculosas (HC UNESP): 01 ambulatório mensal

 

A13. PrEP HIV (SAEI-DAM): 01 ambulatório semanal.

 

 

B. Enfermaria de Infectologia (HC UNESP): 16 leitos, sendo 05 isolamentos, e desses 02 quartos de pressão negativa. Atividades na rotina e em plantões.

 

C. Triagem e Pronto Socorro de Infectologia (HC UNESP): Urgência, Emergência e Pronto-Atendimento em Infectologia, 24 horas/dia. Atividades na rotina e em plantões.

 

D. Comissão de Controle de Infecção Relacionada à Saúde (CCIRAS HC UNESP)

 

E. Serviço de Ambulatórios Especializados de Infectologia “Domingos Alves Meira” (SAEI-DAM)

 

F. Serviço de Controle e Prevenção de Infecções em Pacientes Imunossuprimidos (SI HC UNESP)

 

G. Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE HC UNESP)

 

 

 

 

Corpo Médico

 

O Corpo Médico do Serviço de Infectologia UNESP - FMB/HC Botucatu compreendem docentes e médicos contratados do complexo FMB UNESP. São profissionais extremamente comprometidos com o ensino, apresentando larga experiência clínica, e de destacado desenvolvimento científico.

 

Prof. Titular Benedito Barraviera - Lattes


Profa. Adjunta Lenice do Rosário de Souza - Lattes


Prof. Adjunto Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza  - Lattes


Prof. Dr. Ricardo Augusto Monteiro de Barros Almeida - Lattes


Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa  - Lattes


Dr. Ricardo de Souza Cavalcante - Lattes

 

Dra. Érika Alessandra Pelisson Nunes da Costa - Lattes

 

Dra. Mônica Bannwart Mendes - Lattes
 

Dra. Letícia Lastoria Kurozawa - Lattes


Dr. Sebastião Pires Ferreira Filho - Lattes

 

Dra. Juliana Olsen Rodrigues - Lattes

 

Dr. Jonas Atique Sawazaki - Lattes

 

 

 

 

 

 

Please reload

Tags

Deixe sua sugestão ou recado aqui.

Posts Mais Recentes
Please reload